Relatório desvenda técnicas cibercriminosas que miram sistemas Linux

O sistema operacional Linux tem sido porta de entrada para invasores de ambientes cloud. 

O novo relatório da VMWare – intitulado Exposing Malware in Linux-Based Multi-Cloud Environments – revelou alguns pontos importantes sobre o uso de malware para atacar sistemas baseados em Linux: 

  • 89% dos ataques de cryptojacking usam bibliotecas associadas ao XMRig;
  • Os ataques de ransomware a sistemas baseados em Linux estão ganhando em sofisticação. As principais ameaças na maioria dos ambientes multi-cloud são ransomware, cryptojacking e ferramentas de acesso remoto. Os ataques de ransomware evoluíram, mirando imagens de hospedagem, utilizando análises dinâmicas e monitoramento de host
  • A criptomoeda Monero é a moeda digital mais popular para mineração ilícita dos ataques crescentes de cryptojacking em sistemas Linux;
  • Mais da metade dos usuários do Cobalt Strike podem ser cibercriminosos ou utilizam a ferramenta de forma ilegal.

FONTES/LEIA MAIS: Security Report e VMWare Security Blog 

Deixe um comentário